teste

Devocional Diário

 

A raiz do termo hebraico para glória transmite a ideia de “peso” ou “solidez”. Indica “importância” ou “valor”, exatamente o oposto de “vaidade” ou “insignificância”. Quando a glória de Deus se manifesta, não é apenas uma luz brilhante ou uma nuvem cintilante, mas uma expressão visível de sua realidade absoluta. A glória de Deus é a manifestação de sua pessoa, poder e majestade. Pode se revelar na natureza, como em uma tempestade ou nas pragas enviadas sobre os egípcios. Pode ser uma manifestação singular, como a revelação no monte Sinai. Na dedicação do santuário e do templo de Salomão, a glória de Deus encheu esses dois lugares, indicando, com isso, que ele os aprovava e que sua presença passaria a habitar neles. Deus oferece vislumbres limitados ou encobertos de sua glória, pois ninguém pode ver Deus e continuar vivo. “Dar glória” a Deus significa falar ou agir de uma forma que reconhece quem Deus é. Cristo é a glória e a imagem de Deus, e Ele foi glorificado em sua morte e ressurreição. Quando, por fim, Cristo voltar, manifestará ainda mais a glória de Deus em seu reino restaurado. Que o Senhor te abençoe e te guarde nessa quinta-feira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.