teste

Hospital de Barra do Bugres poderá ser interditado até o dia 17 de fevereiro

 
 

A situação é crítica no Hospital de Barra do Bugres. A unidade hospitalar poderá ser interditada nos próximos 10 dias, prejudicando o atendimento de pacientes de toda a região, inclusive de Tangará da Serra. Em nota, a direção do hospital informou que a interdição é quase inevitável se não houver repasses de recursos estaduais.

 

Em entrevista ao Barra em Foco, o diretor clínico do hospital, Divino Henrique Rodrigues, contou que falta o básico na unidade, como, alimentos, produtos de limpeza e  material de esterilização. Além disso, os salários dos servidores estão atrasados em até 5 meses.

 

“O hospital não tem mais alimentação para os pacientes, não tem mais materiais de limpeza e também não tem material para esterilização de equipamentos”, contou, explicando ainda que, sem salários, vários funcionários da cozinha, da enfermagem e da limpeza pediram demissão.

 

O motivo, segundo o médico, é a falta de repasses do Governo do Estado.

 

“Se não houver repasse do Estado, a gente não tem nenhuma previsão de quando isso vai acontecer, o hospital será interditado porque não tem condições de funcionamento, as pessoas, os pacientes vão correr risco de vida sendo internados na nossa unidade. A situação hoje é grave”, lamenta o diretor do hospital.

Fonte: Tangará em foco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.