teste

Sua dor tem esperança!

Esperanca21Dias de dor acontecem, parece que tem hora que uma tempestade desaba sobre a nossa cabeça. Tem dias que o osso lar é abalado por algo. Ocorrem perdas, prejuízos, acidentes, luto. Queremos alívio, mas parece que a dor só aumenta. O texto de João 11 é um texto bíblico que mostra, que mesmo diante das nossas piores dores, podemos ter esperança. O texto fala-nos de Jesus e sua amizade, coragem, compaixão, e seu poder. João 11 mostra que quando tudo parece perdido o Senhor Jesus Cristo mostra-nos que Ele tá no controle. Jesus nos faz lembrar que Ele ouve nosso choro. Em João 11.3 vemos a expressão “Senhor, está enfermo aquele a quem amas”, essa expressão mostra-nos que as irmãs de Lázaro nada pediram a Jesus, apenas informaram sua dor. Elas fizeram isso porque sabiam que Jesus viria para trazer consolo aos que choram. No versículo 6, o texto bíblico mostra-nos que o Senhor Jesus faz maravilhas em nossa vida no tempo DEle, não no tempo em que queremos, mas no Dele. Como conciliar o amor de Deus com a nossa incapacidade de esperar Nele? Você já notou que quando o Senhor nos deixa esperando uma resposta nós ficamos impacientes, nossa alma entra em crises terríveis e começamos a questionar o amor do Senhor. Aliás começamos a questionar se o Senhor existe mesmo. Achamos isso porque somos igual a uma criança birrenta, queremos tudo do nosso jeito e no nosso tempo. Mas o amor do Senhor destinado a nós não é do nosso jeito, e do jeito Dele. Queridos, muitas vezes o Senhor parece demorar, mas lembre-se Ele age no seu silêncio também. A Bíblia mostra que o Senhor prometeu um filho a Abraão e Sara, porém só depois de 25 anos Ele cumpriu essa promessa. Amados, o tempo é do Senhor, não nosso. Notemos que Marta entra em angústia tendo que esperar o agir de Cristo. No versículo 21 ela diz “Senhor se estivera aqui, meu irmão não teria morrido”. Então Jesus lhe diz nos versículos 25 e 26 “EU SOU A RESSURREIÇÃO E A VIDA. QUEM CRÊ EM MIM, AINDAQUE MORRA, VIVERÁ; E TODO O QUE VIVE E CRÊ EM MIM NÃO MORRERÁ, ETERNAMENTE. CRÊS ISTO? “. Talvez essa seja a sua angústia. Você tem orado pelo seu casamento e o vê mais perto da destruição. Você tem orado pelo seu cônjuge e o vê mais insensível. Você tem orado pelos seus filhos e eles continuam distantes de Deus. Você tem orado pelo seu emprego e ele ainda não surgiu. Você tem orado pela sua igreja e ainda há corações duros como uma pedra que resistem ao Senhor. Mas saiba que Jesus está dizendo para você agora: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crer em mim, ainda que morra, vivera; e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto?. Os problemas servem para nos lembrar que Jesus é Deus Soberano e Providente. Ele não é pego de surpresa, nem chega atrasado, Ele falha, pois nada foge do seu controle, nem nossas piores tragédias. É por isso que o texto Biblico mostra no versículo 6 que Ele demorou mais dois dias. Cristo sabia o que ia fazer. Os olhos daquele que sonda os corações estava atento ao seu amigo Lázaro. Aquela enfermidade era para a glória de Deus. Ressuscitar um morto é algo mais maravilhoso do que curar um enfermo. Agora ressucitar um morto de quatro dias é extraordinário. Isso Cristo realizou para que os discípulos compreendessem que Cristo é Senhor da vida e da morte. Ele dá a vida e tem todo o direito de tira – lá também. Portanto não esqueça o que Romanos 8.28 diz “TODAS AS COISAS COOPERAM PARA O BEM DAQUELES QUE AMAM A DEUS, DAQUELES QUE SÃO CHAMADOS SEGUNDO O SEU PROPÓSITO”. São todas as coisas: Coisas boas e coisas ruins. O problema é que achamos que Deus é Deus só quando coisas boas acontecem conosco. Gosto de olhar para a vida de José do Egito e lembrar que o meu Deus é Deus Comigo até nos dias mais difíceis de minha vida. José foi odiado, vendido e traído pelos próprios irmãos. Foi preso, esquecido na prisão por ser fiel ao Senhor. Foram 20 anos de injustiça, porém em nenhum momento ele questiona ao Senhor ou deixa de amá-lo. Ele acreditava sempre que Deus está no controle de tudo em sua vida (Gn 50.20). No Evangelho de João Jesus manifestou-se como o EU SOU, mostrando que Ele é Deus. Em Joao 6.15 “EU SOU O PÃO DA VIDA”. João 8.12 “EU SOU A LUZ DO MUNDO”. Mas os Homens amaram mais as trevas do que a luz. João 10.9 “EU SOU A PORTA”. Mas os Homens não quiseram entrar por Ele para terem salvação. João 10.11 “EU SOU O BOM PASTOR”. Mas os Homens não quiseram ouvir a sua voz. João 11. 25 “EU SOU A RESSURREIÇÃO E A VIDA”. Mas os Homens planejaram a sua morte. Jesus não está morto, pregado na madeira, na pedra. Jesus é o Deus que sofre conosco. Que chora pela nossa dor. Jesus é o Deus que vê que ouve que sente e que intervém. Jesus sabe o que é dor da pobreza. Jesus sabe o que é a dor da solidão. Nas horas mais difíceis ele estava só. Jesus sabe o que é a dor da perseguição. Perseguido pelo diabo, pelos fariseus e pelos escribas. Jesus sabe o que é a dor da traição. Traído pela multidão que o aplaudiu. Traído por Judas, seu amigo. Negado por Pedro, seu apóstolo. Jesus sabe o que é a dor da humilhação. Preso, espancado, cuspido, rasgado, pregado na cruz debaixo de zombaria. Jesus sabe o que é a dor da enfermidade. Ele tomou sobre si nossas enfermidades e nossas dores. Jesus sabe o que é a dor da morte. Ele mergulhou a sua alma na morte para matar a morte com a sua morte e tirar o aguilhão da morte com a sua ressurreição. Amado, Jesus preocupa-se com a sua dor. Ele chora com você. Ele tem compaixão de você. Ele se sensibiliza com os nossos sofrimentos e traumas.

pr Anderson Vilella

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.